Connect with us

Empresas

Elon Musk quer comprar o Twitter e transformá-la em empresa privada

Publicado

em

Elon Musk quer comprar o Twitter e transformá-la em empresa privada

Elon Musk fez uma oferta para comorar o Twitter uma das maiores plataformas de mídia social do mundo. Em um documento enviado à sec, o homem mais rico do mundo afirmou que, se a oferta não for aceita, ele reconsiderará sua posição como acionista.

Isso ocorre menos de uma semana depois que Musk comprou 9,2% da participação passiva da plataforma, que posteriormente o tornou o maior acionista da gigante da mídia social. Ele logo foi nomeado para o Conselho de Administração do Twitter.

Como resultado, os preços pré-mercado do Twitter subiram 25%. Dias depois, Musk recusou sua decisão de ingressar no conselho de administração da empresa.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Aplicativo e site do banco Itaú voltam ao ar após erros em saldos

De acordo com o documento, Musk acredita que o Twitter tem “potencial extraordinário” e que ele pode ajudar a “desbloqueá-lo”.

“Investi no Twitter porque acredito em seu potencial de ser a plataforma para a liberdade de expressão em todo o mundo, e acredito que a liberdade de expressão é um imperativo social para uma democracia em funcionamento. No entanto, desde que fiz meu investimento, agora percebo que a empresa não prosperará nem atenderá a esse imperativo social em sua forma atual. O Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada.”

O Twitter confirmou ter recebido uma “proposta não solicitada e não vinculativa” do chefe da Tesla para adquirir todas as ações ordinárias em circulação da empresa com sede em São Francisco por US$ 54,20 por ação em dinheiro.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Taxa de hash do bitcoin cai 27% devido às fortes chuvas na China

O comunicado de imprensa também revelou que seu Conselho de Administração analisará a proposta de Musk para determinar o curso de ação, tendo em mente o interesse da plataforma e de todos os seus acionistas.

O relacionamento de Musk com o Twitter tem sido intenso, com alegações de exclusão de vários tweets feitos nos últimos dias que criticavam a plataforma.

Com informações Cryptopotato

Google news
Compartilhar: