CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

Devido aos temores de recessão nos EUA, aumenta demanda por Ouro.

Publicado

em

aumenta demanda por Ouro.
Barras de ouro – Imagem: Shutterstock

Os temores de uma recessão nos EUA ressurgiram nos últimos dias e a aversão ao risco está trazendo um impulso ao ouro. 

Para bitcoin, porém, é uma história diferente.

O Instituto de Gerenciamento de Suprimentos dos EUA disse na terça-feira que seu índice de fabricação caiu para uma baixa de 10 anos em 47,8% no mês passado, ante 49,1% em agosto. 

Uma leitura abaixo de 50 indica contração na atividade de industrial.

  • A probabilidade de a economia americana entrar em recessão no próximo ano é agora superior a 40%.
  • A curva de juros do Tesouro (títulos dos EUA) tem um preço de 60% de chance de recessão, segundo os dados do JPMorgan.

Os dados sugerem um risco sombrio potenciada de uma recessão em 2020.

A ameaça de uma recessão jogou ações globais para baixo. Notavelmente, o Dow Jones despencou mais de 450 pontos pelo segundo dia.

Enquanto isso, o ouro subiu de US $1.460 para US $1.500 nas últimas 48 horas e agora busca estender ganhos. O Ouro é um ativo clássico de refúgio seguro, está claramente se beneficiando das preocupações com a recessão e a resultante aversão ao risco.

BITCOIN

O Bitcoin, no entanto, está em grande parte preso entre $ 8.200 e $8.500 desde a terça-feira. De fato, o salto da maior criptomoeda em relação aos mínimos recentes, perto de $ 7.700, ficou sem força perto da resistência à média móvel (MA) de 200 dias, a $ 8.483 nas últimas 48 horas.

Muitos investidores também consideram o BTC como uma reserva de valor e um hedge contra as agressivas políticas monetárias expansionistas adotadas pelos principais bancos centrais.

 As chances de o Federal Reserve entregar o terceiro corte nas taxas de juros de 2019 em outubro subiram de 40 para 64% nos últimos dois dias, segundo a FedWatch.

Mesmo assim, o BTC está lutando para para se segurar. De fato, a criptomoeda caiu de $10.000 para $8.000 em setembro, apesar da decisão do Banco Central Europeu de cortar as taxas em 10 pontos base para -0,50%.

Esses fatores sugerem que o BTC ainda está assumindo o papel de um porto seguro clássico e continua sendo um ativo amplamente não correlacionado.

A situação pode mudar no futuro, no entanto, se a participação tradicional dos investidores no mercado de criptomoedas aumentar. Afinal, o BTC parece ter todas as propriedades dos ativos de paraiso fiscais. Por exemplo, ele não está vinculado a moedas do governo e é de natureza deflacionária, o que lhe confere um valor inato, conforme observado pela Reuters .

Compartilhar:
Continue Lendo

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas