Connect with us

Criptomoedas

Bloomberg diz que novo hype pode elevar o Bitcoin a US$ 500.000

Publicado

em

Bloomberg diz que novo hype pode elevar o Bitcoin a US$ 500.000
Foto: Kanchanara / Unsplash
Google news

O Bitcoin opera em alta, acima dos US$ 40.000, o que equivale a R$ 207.740,79. O aumento é de 5,9% nas últimas 24 horas.

A disparada do BTC ocorre com os investidores aguardando um ambiente de taxas de juros mais baixas e aprovações regulatórias importantes que poderiam tornar a maior criptomoeda do planeta ainda mais popular do que já é.

O Bitcoin subiu mais de 150% em 2023 na expectativa de que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) aprove um fundo negociado em bolsa com foco em bitcoin, ou ETF à vista.

Um ETF spot de bitcoin permitiria que investidores tradicionais tivessem exposição ao criptoativo. Com a espera, o mercado está apostando todas as suas fichas na aprovação.

Além disso, grandes bancos e empresas de investimentos estão começando a apoiar o Bitcoin. A Bloomberg, por exemplo, publicou que um novo superciclo pode levar o Bitcoin a US$ 500.000, afirmando que a moeda é a nova ordem monetária que está tomando Wall Street.

Veja também:  150 milhões de LUNC foram queimados pela Comunidade Terra Classic em novembro

Será que o BTC irá para 500 mil dólares?

A resposta não é fácil. Há diversos fatores que podem influenciar o preço do Bitcoin, incluindo a taxa de juros, a inflação, a regulamentação e a adoção institucional.

No entanto, há alguns fatores que parecem favorecer um novo superciclo do Bitcoin. A inflação está alta em todo o mundo, o que está levando os investidores a buscarem ativos de proteção contra a perda de valor. Além disso, a regulamentação do Bitcoin está se tornando mais favorável, o que está facilitando a entrada de investidores tradicionais no mercado.

Se esses fatores continuarem a se desenvolver, é possível que o Bitcoin alcance a marca de 500 mil dólares. No entanto, é importante lembrar que o mercado de criptomoedas é volátil e imprevisível. Portanto, é sempre importante fazer sua própria pesquisa antes de investir.

Compartilhar:

Tendência