Connect with us

Mercado de Ações

Ações da Oi sobem e B3 desconfia de ação coordenada

Publicado

em

As ações (OIBR3) saltaram 85% em apenas três dias, indo de R$ 1,30 para R$ 2,45. Os ativos preferenciais (OIBR4) saltaram 50% no mesmo período. Nesta sexta-feira (27), a situação já é diferente, OIBR3 cai 9,13% e OIBR4 opera em queda de 7,38%.

A movimentação chamou a atenção da B3 (B3SA3) que pediu esclarecimento. A Oi informou não ter conhecimento dos motivos por trás da movimentação expressiva das ações nos últimos pregões.

Investidores estão estranhando movimentações atípicas em alguns ativos nos últimos dias levantando a suspeita de Insider trading quando investidores negociam ações com uso de informações privilegiadas que ainda não são de conhecimento público, com o objetivo de obter lucros expressivos.

Veja também:  Ações do Bradesco: queda de 36% em 5 anos, é hora de comprar?

Possível Insider trading na Americanas

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) está investigando eventuais ilegalidades envolvendo a negociação de ações da Americanas após descoberta de “inconsistências contábeis” nos balanços da empresa.

A comissão CVM está buscando cooperação com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal no caso.

De acordo com documentos publicados pela própria Americanas em seus canais de comunicação com investidores, os diretores da varejista teriam vendido mais de R$ 210 milhões em ações da empresa no segundo semestre de 2022.

Compartilhar:

Tendência