Connect with us

Criptomoedas

Ethereum ultrapassa US$ 2.000 pela primeira vez desde julho

Publicado

em

Ethereum ultrapassa US$ 2.000 pela primeira vez desde julho
Foto: Wirestock / Freepik

O preço do éter teve um aumento na quinta-feira, recuperando o valor psicologicamente importante de US$ 2.000 pela primeira vez desde julho. Esse movimento ascendente aconteceu em meio a um sentimento positivo no mercado de criptomoedas, impulsionado pelas notícias de que a gigante financeira tradicional BlackRock havia apresentado documentação para um iShares Ethereum Trust em Delaware, de forma semelhante ao seu registro anterior antes de solicitar um ETF Bitcoin à vista.

A possibilidade da BlackRock solicitar um fundo negociado em bolsa (ETF) Ethereum com preço à vista tem sido objeto de debate entre os especialistas de mercado há algum tempo, e o registro do iShares Ethereum Trust em Delaware pela maior gestora de ativos do mundo trouxe entusiasmo para os entusiastas do Ether.

É importante ressaltar que o registro não indica que a BlackRock tenha solicitado à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) a oferta de um ETF ETH à vista. No entanto, especialistas apontaram que a gestora de ativos de US$ 10 trilhões registrou de forma semelhante a entidade iShares Bitcoin Trust antes de solicitar um ETF Bitcoin à vista.

O pedido de registro foi feito pela entidade BlackRock Advisors, com o diretor-gerente da BlackRock, Daniel Schwieger, listado como agente registrado.

Quando a BlackRock apresentou a documentação para um ETF BTC à vista, observadores do mercado destacaram o histórico quase perfeito da gestora de ativos em solicitar e obter aprovação da SEC. No entanto, isso não garantiu a aprovação regulatória para o iShares Bitcoin Trust.

Veja também:  Goldman Sachs reduz previsões para criptos. Como Bitcoin, Ethereum e Raboo se sairão em 2024?

Os analistas de ETF da Bloomberg observaram que, a partir de hoje, a SEC tem uma janela de apenas oito dias em que poderia tecnicamente aprovar os 12 registros de ETF Bitcoin que estão em análise.

Caso um ou todos os pedidos sejam aprovados, espera-se que os gestores de ativos comprem, possuam e armazenem Bitcoin em nome de seus clientes, o que pode potencialmente impulsionar o preço da criptomoeda principal e de todo o setor.

O preço do Ether, a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, ultrapassou a marca de US$ 2.000 hoje, pela primeira vez em quatro meses. O ativo acompanhou o movimento de alta do Bitcoin, a principal moeda do setor, que ultrapassou os US$ 36 mil.

Segundo dados da CoinGecko, o Ether foi negociado a US$ 2.043,38, porém teve uma leve queda para o preço atual de US$ 2.034,23 no momento em que este texto está sendo redigido. Isso representa um aumento de 7,2% nas últimas 24 horas e um ganho de 12,3% na última semana.

Apesar do aumento de preço de hoje, a ETH ainda está 58,62% abaixo de seu preço mais alto registrado em novembro de 2021, quando atingiu a marca de US$ 4.878 durante o pico do mercado de criptomoedas.

Compartilhar:

Tendência