Connect with us

Criptomoedas

Bitcoin cai para US$ 32 mil com o terceiro maior banco da China anunciando proibição do uso de criptomoedas

Publicado

em

O Bitcoin caiu para o valor mais baixo pouco mais de US$ 32.000, com mais notícias negativas surgindo da China. Desta vez, terceiro maior banco da China anunciou a proibição do bitcoin e outras criptomoedas.

De acordo com um relatório de 21 de junho, o Banco Agrícola da China publicou um comunicado em que afirma que proibirá seus clientes de fazer qualquer negócio com criptomoedas.

O Banco Agrícola da China também é um dos maiores bancos do mundo em geral, apresentando uma combinação de valor do ativo de US$ 14,821 trilhões.

Segundo o banco chinês, contas de clientes serão encerradas imediatamente se o banco detectar que eles tiveram qualquer interação com bitcoin e outras criptomoedas. O banco planeja relatar todas as transações suspeitas às autoridades competentes “em tempo hábil”.

VOCÊ PODE GOSTAR:  JP Morgan: Mais instituições podem comprar Bitcoin após a compra de US $ 100 milhões do MassMutual

A comunidade criptográfica especula que a China aumentou as restrições devido a entrada do yuan digital, que funcionará de maneira totalmente diferente do Bitcoin. É importante notar que o Banco Agrícola da China está realmente trabalhando no CBDC e participou de testes anteriores.

No entanto, o anúncio de hoje do banco gigante impactou os mercados imediatamente.

Veja também:

VOCÊ PODE GOSTAR:  Shiba Inu é listada na eTORO

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas