Connect with us

Economia

Cotação do petróleo cai com foco dos mercados em aumentos dos estoques e na Opep

Publicado

Espalhe Noticia

nvesting.com – A cotação do petróleo estava em baixa nas ações iniciais desta quinta-feira, já que preocupações com um aumento nos estoques norte-americanos e com uma produção semanal recorde no país pesavam.

Contratos futuros de petróleo bruto WTI, negociados em Nova York, tinham perdas de US$ 0,28, ou cerca de 0,4%, e eram negociados a US$ 71,56 o barril às 04h55.

Fecharam em baixa de US$ 0,50 na quarta-feira, pressionados por um aumento surpreendente nos estoques de petróleo dos EUA.

O aumento nos estoques foi de 5,8 milhões de barris na semana encerrada em 18 de maio, com um total de 438,1 milhões de barris. Analistas previam uma redução de 1,5 milhão de barris.

A produção doméstica de petróleo, guiada pela extração de shale oil, chegou à máxima histórica de 10,70 milhões de barris por dia na semana passada. Apenas a Rússia atualmente tem produção maior, com 11 milhões de barris por dia.

Além disso, o petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, recuava US$ 0,36, ou cerca de 0,5%, para US$ 79,43 o barril.

A referência global avançou US$ 0,23 centavos na sessão passada, com investidores se preocupando com a produção futura da Venezuela e do Irã.

A Opep pode decidir elevar a produção de petróleo a partir de junho após Washington ter levantado preocupações de que a recuperação do petróleo está indo longe demais, segundo fontes.

Os países da Opep do Golfo estão liderando as negociações iniciais sobre quando o grupo exportador pode aumentar a produção de petróleo e quantos barris cada membro pode acrescentar, disseram as fontes.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros produtores, incluindo a Rússia, concordaram em reduzir a produção em cerca de 1,8 milhão de barris por dia até o final de 2018 para reduzir os estoques globais de petróleo, mas os estoques agora estão próximos à meta da Opep.

Em outras negociações de energia, contratos futuros de gás natural estavam em leve alta, cotados a US$ 2,928 por milhão de unidades térmicas britânicas enquanto investidores aguardavam os dados semanais dos estoques, previstos ainda para este dia e com expectativas de aumento de 92 bilhões de pés cúbicos.

Continue Reading
Advertisement

Tendência