Connect with us

Carteiras Recomendadas

BTG lança carteira para novembro após eleição de Bolsonaro

Publicado

BTG Pactual preparou uma carteira recomendada de ativos “esperançosa” e com “muito mais risco” para novembro após a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência do Brasil, mostra um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (1º). “Novo governo, novas esperanças”, apontam os analistas Carlos Sequeira e Bernardo Teixeira.

“Seu vasto apoio popular teve uma influência decisiva nas eleições para o Congresso, dando-lhe uma forte base de apoio ao Congresso. O anúncio de uma equipe sólida e favorável ao mercado e de uma firme retórica sobre a reforma do sistema previdenciário brasileiro poderia lançar as bases para uma recuperação econômica mais forte”.

De acordo com eles, o Ibovespa está relativamente barato (negociando abaixo de sua média histórica) e sub-possuído (as alocações são baixas para estrangeiros e locais). “Estamos adicionando muito mais risco este mês”, dizem.

Eles explicam que a perspectiva positiva para o novo governo brasileiro, juntamente com capacidade ociosa considerável e recursos humanos abundantes, cria uma combinação poderosa capaz de alavancar o crescimento econômico.

Trocas

O banco realizou quatro mudanças neste mês, começando com a inclusão da estatal Petrobras (PETR4) e de sua subsidiária de distribuição de combustíveis BR Distribuidora(BRDT3), uma candidata à privatização. Os analistas também reinseriram a empresa de locação de automóveis Localiza(RENT3). E, por último, mas não menos importante, aumentou a exposição às finanças, adicionando o banco estatal, o Banco do Brasil (BBAS3).

Confira:

Tendência